SUGESTÕES



 Livros para adolescentes


Ao contrário do que os professores costumam afirmar, os adolescentes 
gostam de ler livros, entretanto, a discordância entre esses dois sujeitos pode estar no tipo de livro que é solicitado pelo professor e aqueles que são preferidos pelos alunos. 
jan-mcdonald-pastel-painting-girl-reading
Venezianas, sd- Jan Mcdonald (EUA) Pastel sobre papel.


“Livros são pequenos  fragmentos de ideias  portáteis”.

Susan Sontag



Harry Potter
J. K. Rowling

“… A Pedra Filosofal”,  o primeiro livro, é bem mais voltado para o público
infanto-juvenil, com uma leitura bem simples e mundos fantásticos. Mas posso dizer que esse livro marcou uma geração inteira. Tanto é que alguns antropologistas e sociólogos chamam de “Geração Harry Potter”.  A saga do bruxo vendeu mais de um bilhão de cópias, fazendo de Rowling a mulher mais rica da história da literatura. 
Os livros de Harry Potter são uma série de aventuras fantásticas criadas pela escritora britânica J. K. Rowling. Desde o lançamento do primeiro volume, Harry Potter e a Pedra Filosofal, em 1997, os livros ganharam grande popularidade e sucesso comercial no mundo todo, e deram origem a filmes, videojogos e muitos outros itens.
Os sete livros publicados venderam mais de 400 milhões de exemplares mundialmente e foram traduzidos em 67 idiomas. Graças ao grande sucesso dos livros, Rowling tornou-se a mulher mais rica na história da literatura.
A história começa com o mundo dos bruxos, que tenta manter-se secreto dos Muggles – termo traduzido para o Brasil como “Trouxas” (aqueles que não são bruxos). Por muitos anos este mundo foi aterrorizado por Lord Voldemort. Na noite anterior a sua queda, Voldemort encontrou o esconderijo da família Potter, e matou Lilly e James Potter (Lílian e Tiago Potter, no Brasil). Entretanto, quando voltou sua varinha contra o bebê dos Potter, Harry (Harry James/Tiago Potter), o seu feitiço voltou-se contra ele. Com o corpo destruído, Voldemort tornou-se um espírito sem poder, procurando refúgio em lugares escondidos do mundo; Harry, enquanto isso, foi deixado com uma cicatriz em forma de raio em sua testa, o único sinal físico da maldição de Voldemort. Harry tornou-se conhecido como “O Menino que Sobreviveu” no mundo dos feiticeiros, por ter sobrevivido a maldição da morte e por ter derrotado Lord Voldemort.

CREPUSCULO
MEYER, STEPHENIE

‘Crepúsculo’ marca a estréia da americana Stephenie Meyer, que assina uma saga de quatro livros. Em ‘Crepúsculo’ Stephanie narra a história de uma jovem que, ao se mudar para uma pequena cidade do Estado de Washginton, conhece um amigo enigmático pelo qual se apaixona.

crepsculo Os 5 livros mais lidos pelos adolescentes
Crepúsculo (Twilight, em inglês) é um livro sobre vampiros da autoria de Stephenie Meyer. Publicado originalmente em capa dura, em 2005, este livro é a génese da saga Twilight, onde Bella Swan é apresentada ao leitor, como uma estudante que se muda de Phoenix, Arizona, para Forks, Washington, colocando-se em perigo ao apaixonar-se por um vampiro: Edward Cullen.
O romance ganhou diversos prêmios, incluindo o “Top 10 Livros para Jovens Adultos” da American Library Association, entrar na lista de Best sellers do New York Times e Best selling de 2008, no USA Today. História:
Bella Swan decide mudar-se da ensolarada Phoenix, Arizona para a chuvosa cidade de Forks, Washington, para viver com seu pai, Charlie, o chefe da polícia local. Segundo ela, a sua mãe (Renée) sentia-se triste por não poder acompanhar o seu novo marido (Phil Dwyer) aos jogos de basebol, pois este é um jogador da segunda divisão e, então, Bella decide mudar-se para dar mais espaço ao casal.
A jovem não tinha muitos amigos em Phoenix, mas apesar disso, ela gostava do lugar, pois o Sol brilhava sempre por lá. Pelo contrário, Forks é uma das cidades dos Estados Unidos onde mais chove durante o ano, apresentando dias muitíssimo nublados.

A chegada de Bella a Forks desperta imensa curiosidade em toda a gente. Esta é uma cidade pacata, onde todos se conhecem e, por isso, a sua vinda era bastante aguardada. Na escola, Bella conhece vários colegas logo no primeiro dia de aulas e torna-se amiga de Mike, Jessica, Angela, Eric e Tyler.

Bella depressa descobre como seria monótona e entediante a sua vida em Forks, caso Edward Cullen, o lindo e misterioso rapaz que se senta a seu lado na aula de Biologia, não lhe despertasse tanta curiosidade e servisse de escape à sua rotina diária. No primeiro dia que ela o vê, Edward aparenta sentir repulsa por ela, chegando mesmo a tentar mudar os seus horários para evitá-la.





LUA NOVA
MEYER, STEPHENIE

Para Bella Swan, há uma coisa mais importante do que a própria vida – Edward Cullen. Mas estar apaixonada por um vampiro é ainda mais perigoso do que ela poderia ter imaginado. Edward já resgatara Bella das garras de um monstro cruel, mas agora, quando o relacionamento ousado do casal ameaça tudo o que lhes é próximo e querido, eles percebem que seus problemas podem estar apenas começando.



Gossip Girl

Cecily von Ziegesar
gossip girl Os 5 livros mais lidos pelos adolescentes
Gossip Girl é uma série de livros escritos por Cecily von Ziegesar e conta a história da vida glamurosa de adolescentes nova-iorquinos. A história é narrada por uma misteriosa blogueira que conta todos os detalhes do dia a dia dos personagens em seu blog.
Gossip Girl também é uma série de televisão dramática produzida pelo canal estadunidense The CW. A série é inspirada na série de livros Gossip Girl de Cecily von Ziegesar. Na SKY passa na Warner


CORAÇÃO DE TINTA

Cornelia Funke
"Existe algo mais belo nesse mundo do que as letras? Sinais mágicos, vozes dos mortos, peças de mundos maravilhosos, melhores do que este. Elas consolam e espantam a solidão, são guardiãs de segredos, arautos da verdade..."

coracao de tinta Os 5 livros mais lidos pelos adolescentes
Coração de Tinta. Um mundo mágico onde as aventuras vivem em cada página…
Meggie é uma grande apreciadora de histórias e adoraria que o pai lesse em voz alta para ela. Mas ele não o faz há muitos anos, desde que a mãe desapareceu misteriosamente. O pai possui um dom especial: quando lê um livro em voz alta, as palavras ganham vida na sua boca e coisas e personagens das histórias saltam do livro para o mundo real. O pior é que quando algo salta cá para fora, alguém ou alguma coisa deste mundo entra para dentro do livro… Uma noite, quando já estava deitada, Meggie vê um estranho aproximar-se de casa e descobre que ele se chama Dedo de Pó e trata o pai pelo nome de Língua de Feitiço, e que ambos andam constantemente a fugir de um tal Capricórnio, que saíra de um livro. A partir daí, sucede-se um sem-fim de desconcertantes aventuras, mistérios e muito suspense… Cornelia Funke escreve com mestria, fazendo o leitor sentir que está dentro da história. Talvez ela também tenha o dom…
Para quem tiver curiosidade,  a série tem mais dois volumes:  Sangue de Tinta e Morte de Tinta. Além do filme de Coração de Tinta.

QUERIDO DIÁRIO OTÁRIO
Jim Benton
querido diario Os 5 livros mais lidos pelos adolescentes
Querido Diário Otário (título original: Dear Dumb Diary) é uma série de livros do gênero infanto-juvenil do escritor e ilustrador estadunidense Jim Benton, publicada pela editora Scholastic.
A série consiste dos livros:

1. Dear Dumb Diary #1, Let’s Pretend this Never Happened (2004, publicado como Dear Dumb Diary, Let’s Pretend this Never Happened, br: Querido Diário Otário: É Melhor Fingir Que Isso Nunca Aconteceu)

2. Dear Dumb Diary #2, My Pants are Haunted! (2004, br: Querido Diário Otário, Tem Um Fantasma Na Minha Calça)

3. Dear Dumb Diary #3, Am I the Princess or the Frog? (2005, br: Querido Diário Otário, Eu Sou A Princesa ou o Sapo?)
4. Dear Dumb Diary #4, Never do Anything, Ever (2005, br: Querido Diário Otário, Nunca Faça Nada, Nunca)
5. Dear Dumb Diary #5, Can Adults become Human? (2006, br: Querido Diário Otário, Os Adultos Podem Virar Gente?)
6. Dear Dumb Diary #6, The Problem With Here Is That It’s Where I’m From (2007, br: Querido Diário Otário, O Problema Desse Lugar É Que É Daqui Que Eu Vim)
7. Dear Dumb Diary #7, Never Underestimate Your Dumbness (2008) (Nunca subestime a sua idiotice) (Ainda não lançado no Brasil)
8. Dear Dumb Diary #8, It’s Not My Fault I Know Everything (publicação planejada para março de 2009)(Não é minha culpa se eu sei de tudo) (Ainda não lançado no Brasil)
A história se passa na vida de Jamie uma menina que tem uma vida em plena confusão. Sua melhor amiga é Isabella, e Jamie odeia a Angelina. Jamie gosta do Lucas Ribas, o oitavo menino mais bonito da escola ela tem uma mãe que cozinha muito mal e um bichinho de estimação, o Fedido que no livro acaba comendo seu trabalho.Angelina é a garota mais bonita e popular do colégio, e também gosta do Lucas. Jamie acha que Angelina ama estragar sua vida,mas não é verdade.Angelina é totalmente perfeita é por isso que Jamie a odeia,por esse motivo jamie resolve pegar sua ficha para descobrir os coisas ruins que angelina fez.Por isso quando a Angelina joga bolo na mulher da cantina ela assume a culpa mais acaba não conseguindo pegar sua ficha mais em outro dia ela consegue.

OS CONTOS DE BEEDLE, O BARDO
ROWLING, J. K.
‘Os contos de Beedle, o Bardo’, livro que aparece em Harry Potter e as Relíquias da Morte como um presente do mestre Dumbledore para Hermione, reúne cinco textos escritos e ilustrados por Rowling. Trata-se de uma coletânea de contos de fadas dos bruxos, trazendo histórias sobre o passado de Hogwarts e nomes já conhecidos dos fãs da série Harry Potter.

BRISINGR – TRILOGIA DA HERANÇA 
PAOLINI, CHRISTOPHER
Eragon e seu dragão, Saphira, conseguiram sobreviver à batalha colossal na Campina Ardente contra os guerreiros do Império. No entanto, Cavaleiro e dragão ainda terão de se deparar com inúmeros desafios. Eragon se vê envolvido numa série de promessas que talvez não consiga cumprir, como o juramento a seu primo, Roran, de ajudá-lo a resgatar sua amada Katrina das garras de Galbatorix. Todavia, Eragon deve lealdade a outros também.  Os Varden precisam desesperadamente de sua habilidade e força, assim como elfos e anões. Com a crescente inquietação dos rebeldes e a iminência da batalha, Eragon terá de fazer escolhas que o levarão a atravessar o Império, viajando muito além. Escolhas que poderão submetê-lo a sacrifícios inimagináveis – Eragon é a única esperança de libertar o reino da tirania de Gabaltorix. Conseguirá o jovem unir as forças rebeldes e derrotar o Império?


A  CULPA É DAS ESTRELAS, John Green

Hazel é uma paciente terminal. Ainda que, por um milagre da medicina, seu tumor tenha encolhido bastante - o que lhe dá a promessa de viver mais alguns anos, o último capítulo de sua história foi escrito no momento do diagnóstico. Mas em todo bom enredo há uma reviravolta, e a de Hazel se chama Augustus Waters, um garoto bonito que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Juntos, os dois vão preencher o pequeno infinito das páginas em branco de suas vidas.





O MENINO DO PIJAMA LISTRADO
BOYNE, JOHN

Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os judeus. Também não faz idéia de que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer.

A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS
ZUSAK, MARKUS

Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em ‘A menina que roubava livros’. Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido de sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona-de-casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, ‘O manual do coveiro’. Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes. E foram esses livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto da sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal.

O PACTO
PICOULT, JODI

Um romance arrebatador, que hipnotiza o leitor da primeira à última página. A consagrada Jodi Picoult narra a história do casal Emily Gold e Chris Harte, que se conhecia desde o primeiro dia de vida. A amizade das duas famílias parecia ser das coisas mais sólidas do mundo. Ninguém se surpreendeu quando os dois começaram a namorar. Pareciam ter nascido um para o outro. Mas tudo desmoronou numa madrugada, quando Emily morreu com um tiro na cabeça bem ao lado de Chris, encontrado desmaiado pela polícia. Assassinato? O menino garante que havia um pacto de suicídio entre ele e a namorada. Ambos deveriam ter morrido naquela noite. Alguém falhou. Onde está a verdade?

UMA VIDA INTERROMPIDA
MEMORIAS DE UM ANJO ASSASSINADO
SEBOLD, ALICE                               

A história de Susie Salmon, quando começa a se desvelar na sua frente, faz os compromissos, assim como os amigos, a família, a fome, o sono e até o celular tocando, parecerem bem pouco interessantes e menos urgentes. Os ‘ossos’ do título em inglês não são os restos de Susie, a menininha que conta a história depois de morta. São a estrutura sobre a qual a vida é construída. Outra audácia é a de colocar Susie Salmon no céu. Sim, é para cima que vai nossa protagonista. E é para baixo que ela olha, com olhos atentos, enquanto conta a história de sua família , agora traumatizada, de como seu assassino planeja os detalhes minuciosamente para não ser descoberto, de como a polícia não tem nenhuma pista sobre como chegar a ele. A partir daí ela conta que, por estar inconformada com sua morte precoce, e um tanto entediada com a vida no Céu, decidiu acompanhar como sua família, amigos e o próprio assassino continuaram suas vidas após a tragédia.



ALGUÉM PARA CORRER COMIGO  
GROSSMAN, DAVID

Assaf é um garoto de dezesseis anos que gosta de futebol, fotografia e de passar as horas livres no computador. Durante as férias, arrumou um emprego temporário na prefeitura de Jerusalém. Ele não sabe, mas sua vida logo vai ser atingida por um turbilhão. A garota Tamar tem a mesma idade de Assaf e um plano audacioso e urgente – ela precisa libertar seu irmão Shai de uma organização clandestina que escraviza jovens artistas e os prende num albergue sinistro, onde músicos, malabaristas, cuspidores de fogo, contorcionistas e cantores são abastecidos com heroína e outras drogas. Tudo começa quando Assaf sai numa corrida desenfreada pelas ruas de Jerusalém atrás de um cachorro. Sua tarefa – encontrar o dono do animal. Tamar, por sua vez, passa a viver nas ruas, como cantora. Ela também está empenhada numa missão, e o acaso reservou um encontro secreto entre eles. Para escrever o livro, David Grossman empreendeu uma pesquisa minuciosa e entrevistou inúmeros jovens que vivem nas ruas de Jerusalém. ‘Alguém para correr comigo’ é um romance que combina elementos que vão do realismo a um tratamento fabular inventivo. A narrativa segue num jogo de revelação e suspense até as últimas páginas. 


margaret-bayalis
Hora de leitura, sd Margaret Bayalis (EUA) Óleo sobre tela.

O CHAMADO SELVAGEM
LONDON, JACK


Buck vivia tranqüilamente no sítio do juiz Miller, no vale da Santa Clara, na Califórnia. Filho de um são bernardo com uma pastora escocesa, ele era um cão imponente, com músculos firmes, pêlos quentes e compridos. Entretanto, não fazia nada além de passear pelos vales, acompanhando os netos de seu dono. Até que um dia, Buck foi roubado e vendido a exploradores de ouro que partiam para uma aventura pelo Alasca. A partir daí, sua vida sofreu uma reviravolta e ele foi obrigado a trabalhar duro, num ambiente inóspito. O que seus novos donos não esperavam era que, ao adaptar-se à nova realidade, Buck começava a fazer parte dela e a descobrir sua verdadeira natureza.

FAHRENHEIT 451
BRADBURY, RAY

Imagine uma época em que os livros configurem uma ameaça ao sistema, uma sociedade onde eles são absolutamente proibidos. Para exterminá-los, basta chamar os bombeiros – profissionais que outrora se dedicavam à extinção de incêndios, mas que agora são os responsáveis pela manutenção da ordem, queimando publicações e impedindo que o conhecimento se dissemine. As casas são dotadas de televisores que ocupam paredes inteiras de cômodos, e exibem ‘famílias’ com as quais se pode dialogar, como se estas fossem de fato reais. Guy Montag, personagem central do romance, desafia o sistema e experimenta a crueldade do sistema repressivo dessa sociedade anti-livros. Clássico filmado por François Truffaut em 1966, ‘Fahrenheit 451′ é não só uma crítica à repressão política mas também à superficialidade da era da imagem.


O SENHOR DOS ANÉIS
 J.R.R. Tolkien – 1954O saga mais clássica de todos os tempos sobre elfos, duendes e elfos não ficaria de fora dessa lista. Serei apedrejada aqui, mas: eu acho O Hobbit muito melhor que LoTR por um motivo muito simples. Ele é melhor e mais curto. Não me levem a mal, eu amo/sou ler, mas sinceramente, acredito que não precisa de 3 páginas para descrever a montanha que os elfos e hobbits veem ao atravessar o vale, sabe… Ah, e se você é Tr00 de verdade, você fez como eu e leu o volume único (e gosta muito do Tom Bombadil e ficou reclamando na estreia de A Sociedade do Anel porque o Peter Jackson não colocou o Tom no filme).

O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALAXIAS
ADAMS, DOUGLAS


Este é o primeiro título da famosa série escrita por Douglas Adams, que conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect. A dupla escapa da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Prefect, um E.T. que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias, o melhor guia de viagens interplanetário.



O RESTAURANTE NO FIM DO UNIVERSO
Coleção: MOCHILEIRO DAS GALAXIAS, O V.2
ADAMS, DOUGLAS


O que você pretende fazer quando chegar ao Restaurante do Fim do Universo? Devorar o suculento bife de um boi que se oferece como jantar ou apenas se embriagar com a poderosa Dinamite Pangaláctica, assistindo de camarote ao momento em que tudo se acaba numa explosão fatal? A continuação das incríveis aventuras de Arthur Dent e seus quatro amigos através da galáxia começa a bordo da nave Coração de Ouro, rumo ao restaurante mais próximo. Mal sabem eles que farão uma viagem no tempo, cujo desfecho será simplesmente incrível. O segundo livro da série de Douglas Adams, que começou com ‘O guia do mochileiro das galáxias’, mostra os cinco amigos vivendo as mais inesperadas confusões numa história cheia de sátira, ironia e bom humor. Com seu estilo inteligente e sagaz, Douglas Adams prende o leitor a cada página numa maravilhosa aventura de ficção científica combinada ao mais fino humor britânico, que conquistou fãs no mundo inteiro. Uma verdadeira viagem, em qualquer um dos mais improváveis sentidos.

A REVOLUÇAO DOS BICHOS
ORWELL, GEORGE

Verdadeiro clássico moderno, concebido por um dos mais influentes escritores do século 20, ‘A revolução dos bichos’ é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos. Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. Com o acirramento da Guerra Fria, as mesmas razões que causaram constrangimento na época de sua publicação levaram ‘A revolução dos bichos’ a ser amplamente usada pelo Ocidente nas décadas seguintes como arma ideológica contra o comunismo. O próprio Orwell, adepto do socialismo e inimigo de qualquer forma de manipulação política, sentiu-se incomodado com a utilização de sua fábula como panfleto. Depois das profundas transformações políticas que mudaram a fisionomia do planeta nas últimas décadas, a pequena obra-prima de Orwell pode ser vista sem o viés ideológico reducionista. Mais de sessenta anos depois de escrita, ela mantém o viço e o brilho de uma alegoria perene sobre as fraquezas humanas que levam à corrosão dos grandes projetos de revolução política. Escrito com perfeito domínio da narrativa, atenção às minúcias e extraordinária capacidade de criação de personagens e situações, ‘A revolução dos bichos’ combina de maneira feliz duas ricas tradições literárias – a das fábulas morais, que remontam a Esopo, e a da sátira política, que teve talvez em Jonathan Swift seu representante máximo.


O LOBO-DO-MAR
LONDON, JACK


Ao avistar o Ghost, o náufrago Humphrey acredita estar salvo. Entretanto, ao ser içado a bordo e conhecer o capitão do navio, Lobo Harsen, ele começa a temer pela própria vida. Ao contrário do que esperava, não será deixado no porto mais próximo, mas deverá integrar-se à tripulação de caçadores de focas e seguir viagem sob de um homem violento, que não admite ser contrariado. London faz uma reflexão sobre a vida e a condição humana ao retratar duas concepções opostas de mundo – Humphrey é um intelectual civilizado e moralista e Harsen, um capitão primitivo e egoísta.


APANHADOR NO CAMPO DE CENTEIO
SALINGER, J. D.


Um garoto americano de 16 anos relata com suas próprias palavras as experiências que ele atravessa durante os tempos de escola e depois. Revela tudo o que se passa em sua cabeça. O que será que um adolescente pensa sobre seus pais, professores e amigos?



DIARIO DE ANNE FRANK
FRANK, ANNE

Anne Frank registrou admiravelmente a catástrofe que foi a Segunda Guerra Mundial. Seu diário está entre os documentos mais duradouros produzidos neste século, mas é também uma narrativa tenra e incomparável, que revela a força indestrutível do espírito humano.  É comovente descobrir que mesmo no contexto tenebroso do nazismo e guerra, ela viveu problemas e conflitos de uma adolescente de qualquer lugar e tempo.


AS MINAS DO REI SALOMAO   (Edição integral)
HAGGARD, H. RIDER, tradução: QUEIRÓS, EÇA

“As Minas do Rei Salomão”, é considerado uma obra-prima do romance de aventuras, em que o fascínio da África serve de cenário a uma inusitada expedição: três ingleses, um nativo africano e vários serviçais buscam, com o auxílio de um mapa desenhado a sangue três séculos antes, as famosas minas de diamantes do monarca bíblico.  Eles enfrentam perigos terríveis para encontrar um companheiro que partira em busca das minas do Rei Salomão, na África do Sul.


Atualização das novidades, 1863, John O´Brien Inman (EUA, 1828-1896), óleo


Os olhos amarelos dos crocodilos
Katherine Pancol.
OS_OLHOS_AMARELOS_DOS_CROCODILOS_1333140794P
Trata-se de um romance sobre gente comum, fazendo coisas comuns, tomando decisões nem sempre sábias, chegando a resultados surpreendentes. Katherine Pancol consegue gerenciar um bom leque de personalidades, mostrando como se víssemos numa lâmina de microscópio, um retrato das fragilidades e solidez dos valores da classe média.  Aqui, da classe média francesa, mas cujos objetivos, preocupações e limitações são típicas de qualquer lugar do mundo.
No centro da história está Joséphine, a anti-heroína por excelência. Um patinho feio.  Um rato de biblioteca. Explorada por todos.  Reticente, compreensiva demais, apagada. Indecisa, altruísta, meditativa. Mas, por quem torcemos do início ao fim.  Nossa Gata Borralheira tem uma paixão: a Idade Média, o século XII.  E no entanto, sabemos que, se há justiça nesse mundo, ela será vingada, assim como acontece com todas as heroínas dos contos clássicos do folclore europeu de onde vieram os contos de Grimm e Andersen. 


A Viagem ao Centro da Terra
Julio Verne – 1865
Esqueça o Brendan Fraser. Na minha singela opinião, todo filme que ele faz parece que é direcionado para crianças de 5 anos. Mas eu li esse livro quando estava na 5ª série. É um livro bem grande para uma criança de 12 anos (umas 200 páginas) e, sinceramente, na imaginação, o mundo fantástico que Julio Verne criou é muito melhor SEM o Brendan Fraser.

Memórias Póstumas de Brás Cubas
Machado de Assis – 1880
Machado de Assis é considerado um dos melhores autores nacionais (Ai, lá vai a Deborah falar de livro brasileiro, eu quero ver coisa gringa, aff ¬¬) . Se você nunca leu um livro de Machado de Assis, eu insisto, leia. E se quer uma dica por onde começar, esse é o melhor. Dom Casmurro é bem legal, tem a melhor personagem feminina da história da literatura, mas acredito que o tema desse seja bem mais ~fantasia e ficção~ que os outros. Quem nunca sonhou em cavalgar um hipopótamo que atire a primeira pedra.
As Crônicas de Nárnia
C.S. Lewis – 1949
Grande amigo de J.R.R Tolkien, C.S. Lewis também era professor universitário. Esse clássico vendeu mais de 120 milhões de cópias no mundo todo e é considerada uma das obras mais conhecidas de todos os tempos.
Eu, Robô
 Isaac Asimov- 1950
E vamos falar de robótica! Nessa coletânea de contos sobre robôs, Asimov explica sua teoria sobre as Três Leis da Robótica. Leiam. 
Eu sou a Lenda
Richard Matheson – 1954
Eu sou a Lenda é o livro que deu origem AO QUE TEMOS DE ZUMBIS HOJE EM DIA. George Romero utilizou a ideia de mortos/vampiros para criar A Madrugada dos Mortos. O livro conta a história do último homem na Terra, já que uma bactéria macabra se desenvolveu no planeta, matando as populações e as transformando num tipo muito estranho de vampiros.
O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS
Douglas Adams – 1979
Um clássico, pegue uma carona interespacial para saber que não viemos dos macacos, para desejar conhecer o restaurante no fim do mundo, saber a Resposta Fundamental. E o pior: não se  importar de não levar a  toalha quando viajar. 
Alice no País das Maravilhas
Lewis Carroll, 1865
Alice… é um livro nonsense, que prende a sua atenção, rápido de ler e com muitos conceitos interessantes de filosofia. 

Admirável Mundo Novo
 Aldous Huxley – 1932
Outro livro digníssimo de leitura. O cara imaginou, em FUCKING1932: clonagem, automóveis voadores, e um mundo inteiro tecnológico que pra gente pode soar um pouco estranho, mas é muito interessante. Esse livro vale a pena ler, de verdade. E se você é fã de Iron Maiden e não leu Admirável Mundo Novo, por favor, vai remover essa tatuagem do Eddie.

O Pequeno Príncipe
 Antoine de Saint-Exupéry, 1943
Bem filosófico.

1984
George Orwell – 1949
Um clássico da literatura, relata um mundo totalitário e repressivo. Orwell inventou a expressão Big Brother. Segundo o romance de 1949, teríamos câmeras que nos vigiariam o tempo todo. 
A Torre Negra
Stephen King – 1970
É claro que eu não deixaria de fora minha coleção de livros favorita. A série mistura terror, aventura, ficção, fantasia, referências ao universo pop. Roland Deschain é um pistoleiro de um mundo paralelo ao nosso,  tem de tudo, é sensacional.

Blecaute, Marcelo Rubens Paiva – 1986
O autor se inspirou em Além da Imaginação para fazer esse livro. Nessa estória, os personagens vão para uma gruta e, dias depois quando conseguem sair dela, descobrem que as pessoas estão paralisadas. Todas. Os prédios na Avenida Paulista estão cheios de pessoas “manequins”. É um livro muito legal, recomendo a todos.


Fazendo meu filme - Paula Pimenta
Leitura  leve, fácil, divertida e envolvente. 




Pão-de-mel - Rachel Cohn


Pollyanna - Eleanor H. Porter

Ela é uma menina de 11 anos, órfã, que vai morar com sua tia Polly, uma mulher amarga, e muitas vezes até rude. Logo que a menina chega a cidade, a atmosfera do lugar muda, apenas pela simples presença de Pollyanna, que vê sempre o lado bom de todas as situações, mesmo que as outras pessoas não achem que isso seja possível. É assim que ela ajuda uma senhora enferma, um homem sozinho, e todas as pessoas da pequena Beldingsville, com o que ela chama de 'Jogo do Contente', uma filosofia de vida otimista que a menina aprendeu com seu pai. Mas uma reviravolta pega a cidade de surpresa, e Pollyanna precisará da ajuda de todos em sua cidade para voltar a ajudar ainda mais pessoas com seu jogo.

Claire, de 15 anos, e sua mãe tem uma rotina muito atribulada. Nos raros momentos em que a mãe está em casa (ela é obstetra), a filha está na escola com os amigos ou o namorado. Resultado: as duas quase não se veem e se comunicam deixando recados na porta da geladeira. Esses recados vão desde cobranças banais [Oi MÃE! (Que eu nunca mais vi!)] até revelações tocantes e contundentes por parte de mãe e filha durante o penoso tratamento do câncer de mama da mãe, num ano que se revelará decisivo para as duas. 

Adulterado - Antonio Prata











A revolução dos bichos,  George Orwell


Verdadeiro clássico moderno, concebido por um dos mais influentes escritores do século 20, "A Revolução dos Bichos" é uma fábula sobre o poder. Narra a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos. Progressivamente, porém, a revolução degenera numa tirania ainda mais opressiva que a dos humanos.Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista.











Esperando por você, Susane Colasanti


É hora de iniciar o segundo ano do Ensino Médio, e Marisa está pronta para um novo começo e para seu primeiro namorado de verdade. No entanto, depois do popular Derek convidá-la para sair, as coisas ficam complicadas. Além de seus pais se separarem e de Marisa ter uma briga com seu melhor amigo, o amor da sua vida - Derek - a deixa desapontada. As únicas coisas que mantêm Marisa são os podcasts de um DJ anônimo, o qual parece entendê-la totalmente. Mas ela não sabe quem ele é... Ou sabe?






BOOKS Got book worm by Camille Engel



Roman Zaslonov

Dulce Maria Cardoso, O Retorno, Tinta da China
O Retorno, de Dulce Maria Cardoso
-
SINOPSE
Em 1975, um ano após a Revolução dos Cravos, Portugal perde as suas colônias. Em poucos meses, o país recebe mais de meio milhão de retornados, que de uma hora para a outra precisam abandonar as suas casas. É nesse contexto que conhecemos a história do narrador: Rui, um adolescente nascido em Luanda. Dulce Maria Cardosos alcança, com O retorno, uma linguagem de uma precisão absoluta. Uma linguagem lírica, delicada, mas também áspera e seca, oscilando entre os sentimentos com a habilidade que só os grandes têm. O universo da trama é tão bem construído que o leitor ri, chora, espera o pai, torce pelos personagens, como se os conhecesse. A vida salta do livro com suas mazelas e alegrias, com a potência do que é real. Tão real que a gente nem sabe por quê. Só sabe que é.
-
ISBN: 9788565500012
PÁGINAS: 272
ANO DE EDIÇÃO: 2012
-
Este é um livro que encanta e nos mostra um ângulo da história contemporânea raramente abordado. Magnífica linguagem.
-
letreiros
O Pintor de Letreiros, de R. K. Narayan.
-
SINOPSE
Malgudi é uma efervescente pequena cidade no Sul da Índia, onde se respira a força da cultura tradicional indiana unida ao anseio de integração no mundo moderno e global, um lugar em que palavras como ética, democracia, liberdade sexual e igualdade entre os sexos, individualismo e bem comum não só têm importância e sentido, como não estão necessariamente em conflito com a tradição. Um fio percorre e conecta a vida de uma inteira comunidade – são os letreiros de Raman. Do advogado ao comerciante, do sacerdote ao charlatão, é a escrita que os une. Raman prepara os letreiros no seu ateliê de fundo de quintal, onde vive sozinho com a tia, numa casa à beira do rio. Durante as solitárias leituras vespertinas ou pedalando a bicicleta a serviço dos fregueses e à caça de novos clientes, sua imaginação prevalece e torna incoerentes as convicções e certezas que defende e apregoa, fazendo-o cair em frequentes contradições, que geram situações embaraçosas e hilariantes ao mesmo tempo. Porém este equilíbrio na rotina metódica do pintor de letreiros é rompido com a chegada de uma forasteira. Idealista e determinada, ela contrata os seus serviços e o envolve numa viagem cheia de aventuras pela zona rural. Durante o percurso, Raman realiza uma dupla travessia – a atribulada viagem num carro-de-boi e o mergulho insidioso pelos meandros da paixão carnal e do romantismo.
-
ISBN: 9788599537190
PÁGINAS: 252
ANO DE EDIÇÃO: 2011
-
Um romance refinado de um dos maiores escritores indianos do século XX que só agora chega ao Brasil.  Um retrato curioso do processo de modernização na Índia.
-
Livro das horas, Nélida PiñonLivro das horas, de Nélida Piñon.
-
SINOPSE
Um livro magistral da mais importante escritora contemporânea brasileira. Em uma narrativa comovente e sensível, Nélida revive memórias afetivas que emergem a partir de um vertiginoso turbilhão de lembranças e emoções. E a cada página lida, fica claro ao leitor que independente de sua vivência ou da riqueza de suas lembranças, sua história de amor sempre foi uma só: com a palavra.
-
ISBN: 9788501099785
PÁGINAS: 208
ANO DE EDIÇÃO: 2012
-
Tomando como inspiração o livro de reflexões religiosas — os breviários — da Idade Média, Nelida Piñon pondera sobre diversos aspectos da vida pessoal e profissional.  Uma leitura pausada trará maior contentamento.
-
sonhei que a neve ferviaSonhei que a neve fervia, de Fal Azevedo.
-
SINOPSE
Em agosto de 2007, a morte do marido pegou a paulista Fal Azevedo – dona de um dos blogs mais acessados da internet, o Drops da Fal – de surpresa. Incredulidade, raiva e tristeza se misturaram ao conforto das mensagens de solidariedade e carinho de amigos e desconhecidos, leitores fiéis do blog. Sonhei que a neve fervia revê, através de e-mails e textos publicados na web, a jornada da tradutora e autora do elogiado Minúsculos assassinatos e alguns copos de leite para encontrar força e (re)encontrar a voz – culta, engraçada, ferina, mas, acima de tudo, honesta e transparente – que conquistou leitores no mundo virtual e fora dele.
-
ISBN: 9788532526595
PÁGINAS: 384
ANO DE EDIÇÃO: 2012
Belo e triste relato do processo de luto por que as pessoas, e nesse caso a autora, passam ao perder o companheiro de vida.
-
-
A_LTIMA_FACANHA_DO_MAJOR_PETTIGREW_1302655650PA última façanha do Major Pettigrew, Helen Simonson.
-
SINOPSE
-
Entre os mais vendidos do New York Times e do Washington Post, em 2010, A última façanha do Major Pettigrew narra uma história de amor e amizade marcada pelo rompimento de valores tradicionais entre um viúvo inglês de 68 anos e uma paquistanesa, também viúva, que é excluída da comunidade por sua herança cultural, sua aparência e seus costumes. Ambientado em uma pequena cidade da Inglaterra, o livro acompanha os percalços enfrentados pelos protagonistas para assumir o seu amor. Aposentado pelo exército inglês, o Major Ernest Pettigrew considera a honra, a disciplina e as boas maneiras virtudes essenciais. Ele parece satisfeito com sua pacata rotina de viúvo – idas semanais ao clube de golfe, telefonemas esparsos para o filho, leitura de poemas clássicos – até perder o irmão, Bertie, e perceber que está mais sozinho do que imaginava. É a solidão repentina que o aproxima da paquistanesa Jasmina Ali, 58 anos. Ela é dona de um mercadinho da região e, assim como o major, grande apreciadora de obras literárias. Aos olhos dos moradores da vila, fofoqueiros e apegados à tradição, a diferença cultural entre eles é quase insustentável. Para o major, no entanto, Jasmina é uma nova e surpreendente companhia. Neste delicioso romance de estreia, que alcançou as principais listas dos mais vendidos norte-americana, Helen Simonson lança um olhar sobre o sistema de classes britânico com uma trama que é um misto de comédia de costumes com história de amor. Seu grande mérito foi construir dois personagens igualmente admiráveis e divertidos, num livro sobre o inesperado milagre do amor tardio.
-
ISBN: 9788532526298
PÁGINAS: 429
ANO DE EDIÇÃO: 2011
Uma deliciosa comédia retratando a maneira de viver na Inglaterra moderna, com seus novos habitantes vindos das antigas colônias.  Humor fino na tradição de Jane Austen.

Referências:
http://peregrinacultural.wordpress.com
http://garotasgeeks.com
http://teens-books.blogspot.com.br

Nenhum comentário: